INFO Setorial

INFO  Setorial

Alimentos e Bebidas – A La Violetera ( Curitiba),  especializada em alimentos em conserva e azeite, vai competir no mercado de “snacks” saudáveis a partir de 2018, com a marca La Violetera.

Eletroeletrônicos – A Electrolux assumirá os direitos da marca de eletrodomésticos Continental na América Latina, marca que era administrada pela mexicana Mabe Brasil. A Justiça homologou a oferta de R$ 70 milhões pela marca e propriedade intelectual. A Mabe teve a falência decretada em fevereiro do ano passado.

Farmacêutico – Vários ativos farmacêuticos à venda no Brasil, fruto da revisão da estratégia tanto de laboratórios multinacionais quanto locais e da elevada ociosidade em certas unidades fabris. Juntas, essas potenciais transações podem movimentar bilhões de reais no curto e médio prazos e, apesar da recente correção nos preços pretendido pelos vendedores, a avaliação geral é a de que os ativos disponíveis continuam caros.
Higiene e Beleza – As compras de produtos de cuidados pessoais pelos homens não se restringem mais a lâminas de barbear e desodorantes. Ganham espaço a compra de itens mais sofisticados como cremes faciais multifuncionais, hidratantes e produtos para cabelo. Atenta a esse comportamento, a indústria de cosméticos amplia o portfólio de olho em um público que deverá gastar neste ano, 6,6% a mais do que no ano passado.

Energia – A Light teve recuo de 4,4% nas vendas de energia no terceiro trimestre deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado.Segundo as informações divulgadas referente aos segmentos de distribuição, geração e comercialização de energia,  o Mercado Faturado Total foi de 5.683 GWh no terceiro trimestre deste ano, contra 5.947 GWh no mesmo período de 2016, representando uma queda de 4,4%.

Agronegócio – Impulsionado por cana-de-açúcar e laranja, São Paulo caminha para manter, em 2017, sua tradicional liderança nacional em valor da produção agropecuária. Estimativas sinalizam que o montante total gerado pelo campo paulista deverá alcançar R$ 77 bilhões este ano, 2,1% mais que em 2016. Deflacionado pelo IPCA de julho, contudo, o total previsto é 0,6% menor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *